Você tem dificuldade de falar com jornalistas?

Você tem dificuldade de falar com jornalistas?

Telefone, Whatsapp, e-mail, redes sociais, sinal de fumaça. Todos os recursos de comunicação parecem ser válidos para um assessor “vender” uma pauta. Saiba como reverter essa situação e reverter a dificuldade de falar nas redações.

Negociar pautas exclusivas e relacionar-se com jornalistas de redação não é uma missão fácil no dia a dia de assessores de imprensa. Para alcançar esses objetivos – tão essenciais para o desenvolvimento de bons resultados – assessores recorrem aos mais diversos recursos: ligar em redações, mandar emails, tentar um mandar uma mensagem de Whatsapp, se aproximar em redes sociais e por aí vai. Mas será que precisa ser assim, sempre uma dificuldade falar com jornalistas?

E quando um assessor consegue um retorno de um jornalista por algum desses meios de comunicação? Gente, é uma alegria imensa! Fazendo um paralelo, parece aqueles “pitches de elevador” de cerca de um minuto de startups para conquistar investidores para alavancarem seus modelos de negócios. Ou aqueles poucos segundos que alguns programas de tv colocam a melodia de uma música para que os artistas ali presentes a reconheçam e a cantem.

Brincadeiras à parte, às vezes, é tão pouco tempo que assessores têm para explicar uma sugestão de pauta que boas oportunidades, tanto para os veículos como para os assessores, podem ser perdidas. Para sustentar uma pauta é necessário contextualizar, pensar em como torna-la interessante para cada público e assim por diante – o que pode se tornar um desafio e tanto diante oportunidades rápidas.

A realidade

Por outro lado, vale observar que falar com jornalistas de redação não é um desafio porque eles simplesmente querem que assim seja. É porque eles também estão atolados de trabalho mesmo, as redações estão cada vez com equipes mais enxutas e recebem centenas de contatos de assessores todos os dias.  E, cá entre nós, se jornalistas de redação não se preservarem um pouco que seja, passarão seus dias só respondendo contatos de assessores e pouco terão concentração para produzir o que lhe pagam para fazer. Concorda?

A relação entre assessores de imprensa e jornalistas de redação merece uma atenção especial e alguns cuidados. De um lado, há obviamente interesses comerciais em expor na mídia empresas e especialistas, com sugestões de pauta dos mais variados estilos. Do outro lado, o desafio é filtrar as melhores pautas em meio a centenas de sugestões, acompanhar tudo que acontece na área de cobertura do veículo e fazer entrevistas para produzir conteúdo e notícias nos mais diversos formatos.

Como resolver?

O segredo para resolver essa questão, como em todas as relações humanas, é buscar um ponto de equilíbrio. Partindo do princípio de que cada jornalista de redação e veículo tem suas peculiaridades, um caminho a ser seguidos por assessores é se guiar por informações.

É importante conhecer, pesquisar e perguntar (se necessário) como exatamente cada jornalista um gosta de ser acessado. Há os que atendem Whatsapp e telefone, mas no fim pedem release e informações por e-mail. Há os que já dizem logo – não importa o canal de comunicação – se há interesse ou não na sugestão de pauta. Há os que nunca conseguem tempo hábil para responder todos os contatos que recebem e vivem essa eterna frustração.

Ou seja, existe uma infinidade de variáveis para serem gerenciadas de todos os lados. Ah, e sem falar no tempo que toda essa gestão de relacionamentos demanda. Com tantas tecnologias disponíveis, será que a comunicação entre jornalistas de redação e assessores não será aprimorada e – por que não – simplificada?

Agora, queremos saber sua opinião. Como você, assessor, se comunica com jornalistas de redação? Conte para nós! Juntos, temos certeza que encontraremos o equilíbrio que todos buscam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}