Trocar editoria por palavra-chave, o que você acha?

Trocar editoria por palavra-chave, o que você acha?

Uma das maiores reclamações que recebemos de jornalistas que estão em diversos mailings é a de que recebem muito material totalmente fora da sua área de interesse. Mas, e se trocássemos editoria por palavra-chave? Será que não resolveríamos metade dos problemas?

Trocar editoria por palavra-chave pode ser a solução para aquele monte de emails que chega e que não tem nada a ver com o que você escreve? O que você acha? Uma das maiores reclamações que recebemos de jornalistas que estão em diversos mailings é a de que recebem muito material totalmente fora da sua área de interesse. Mas, pense comigo: o que é um mailing de Variedades? E se você escreve apenas sobre atletismo, mas está em todos os mailings de Esportes? Ou escreve apenas sobre medicina alternativa, mas recebe TUDO sobre Saúde?

O mal-estar que existe entre redações e assessorias é originado dessa realidade: assessores que não sabem ao certo para quem enviar suas pautas, e jornalistas com caixas de entrada superlotadas com assuntos que nada tem a ver com seu trabalho. Com um mercado que abrange, hoje, milhares de veículos em todo o Brasil, é quase impossível ter a assiduidade e a especificidade que ajudariam a desfazer esse enrosco. Mas, então, o que fazer?

A nossa sugestão é trocar editoria por palavra-chave. Mudar do mundo analógico para o virtual: não vivemos, hoje, de palavras-chave? Então, por que não usar a mesma lógica para a difusão de pautas e informações das empresas para os veículos de comunicação. Mas, e como vai funcionar? Da seguinte forma: se você escreve sobre beleza, mas com foco apenas em maquiagem, vai cadastrar seus interesses como maquiagem, make, make-up, e outras tantas palavras-chave que podem fazer com que os releases certos caiam na sua mão! Simples assim!

Trocar editoria por palavra-chave, é possível?

É claro que esse trabalho tem que ser uma dobradinha entre as empresas de mailing, que precisam mudar sua lógica de cadastramento (alô, alô, aqui no Press Manager já estamos nessa batalha!) e, entre os próprios jornalistas, que precisam avisar o mercado do seu interesse. Na nossa ferramenta Press Voice, por exemplo, você, que trabalha em redação, já pode elencar as palavras-chave que deseja receber e eliminar aquela quantidade desumana de pautas que não cabem no seu dia a dia. E todo mundo ganha, não é mesmo?

Quantidade não é qualidade: fazer com que uma pauta chegue no jornalista certo é muito mais eficaz do que ficar contabilizando porcentagem de aberturas x spam. E receber a pauta certa é incrivelmente mais produtivo do que ter que avaliar centenas de e-mails todos os dias. E continuar perdendo os importantes por pura falta de tempo. Esse é o nosso pensamento. Mas queremos a sua opinião: você trocaria editoria por palavra-chave?

Acesse gratuitamente o PRESS VOICE e receba as melhores sugestões de pauta!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}