Rotinas de redação, porque é importante conhecer?

Rotinas de redação, porque é importante conhecer?

Mandar um release que seria interessante sair amanhã às 18h, quando a reunião de pauta já aconteceu às 15h. Essa é a realidade de quem não conhece as rotinas da redação. Mude já!

Conhecer a rotina das redações é fundamental para ser assertivo na hora de divulgar uma notícia. O mercado todo está falando na diminuição dos resultados de mídia espontânea, uma realidade crescente e que traz à tona muitas discussões sobre o trabalho de relações públicas e assessoria de imprensa. Mas uma das boas práticas que pode melhorar o desempenho das agências e ajudar no andamento das redações é o timing de trabalho. Saber como e quando as coisas funcionam melhor em cada tipo de veículo vale ouro.

Vamos pensar nos diversos tipos de redação que temos hoje: jornais diários, revistas semanais, revistas mensais, jornalismo televisivo, programas de variedades nas tevês, agências de notícias e internet (sites de notícias, blogs, redes sociais). Há veículos que precisam da notícia em tempo real, tem aqueles que vão usar os dados como base de uma matéria investigativa ou ampliada – que incluirá várias fontes, existem aqueles que farão o perfil do seu cliente e ainda os que fazem análise de mercado.

E mais: hoje em dia, em razão das redações enxutas, é muito comum que os releases sejam publicados na íntegra, e se esse caminho é favorável a seus clientes, uma boa tática é pensar no release de uma forma que ele possa de fato ser publicado, incluindo imagem, legenda, fonte etc.

Dia e horário certo de cada mídia

Como a própria dinâmica das redações mudou muito nos últimos tempos, como saber o melhor dia e horário para entrar em contato com cada jornalista? Para isso, não tem atalho, é preciso diálogo. No contato com cada profissional, vale fazer esse questionamento e manter isso no mailing – é uma forma de respeito e melhor aproveitamento do tempo para todos.

Outra alternativa, se for o caso de sugerir algo para que o jornalista use em suas pautas, além de um e-mail com foco sucinto no assunto e uma ligação (quanto mais assertiva, melhor), disponibilize gratuitamente suas fontes  para consulta das redações pela plataforma Press Manager, também é possível contar com os grupos de whatsapp, formados por jornalistas e assessores, e os grupos de Facebook, que são uma ótima vitrine para suas pautas – o importante é entender que há diferentes timings nas redações e que, se não trabalharmos com essa informação, podemos, sim, perder ótimas oportunidades.

Jornalista, quer compartilhar com a gente como tem sido sua experiência? Quer dar uma dica para que o pessoal de divulgação te entregue material no timing certo? Pois a gente abre esse canal para que todos possam contribuir. Vamos juntos melhorar o mercado!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}