Que dica de ouro você daria a um repórter em início de carreira?

Que dica de ouro você daria a um repórter em início de carreira?

Mais de 7 mil novos profissionais se formam por ano, em um mercado cada vez mais complexo e pulverizado, muitos deles querendo atuar como repórter, a menina dos olhos de quem busca essa profissão. Que dica de ouro você daria a um jovem em início de carreira?

Que dica de ouro você daria a um repórter em início de carreira? Há 10 anos, eram mais de 7 mil novos jornalistas por ano, muitos em busca de um lugar ao sol para atuar como repórter. Uma profissão sonhada, desejada, e cada vez mais redesenhada. Como orientar um novo repórter, que hoje, fatalmente precisará ser multimídia e estar muito conectado às novas tecnologias para ampliar suas possibilidades profissionais?

Como significado, temos como repórter aquele que recolhe as informações, verifica os fatos, os transforma em notícias para serem divulgadas ao grande público. Se pudéssemos dar uma dica de ouro a um repórter, nos dias de hoje, talvez seria: não se prenda ao formato. Sim, nem da notícia, nem mesmo da sua profissão. A comunicação é um campo vasto, cada vez mais influenciado pela internet e cada vez mais multifacetado. Conhecemos repórteres que são também editores, repórteres que são fotógrafos e cinegrafistas, e repórteres que têm seus próprios blogs ou dirigem sozinhos seus portais. As possibilidades são infinitas.

Sabemos que existe, ainda, um glamour ligado à produção convencional da reportagem. A captação da informação crua, a necessidade de verificação de dados, entrevistas a várias fontes, a postura investigativa ainda é desejada por muitos profissionais em início de carreira. Ainda há espaço para esse tipo de atuação, mas é preciso ter em mente que a necessidade de ampliar horizontes é uma realidade. Não há mais como fugir.

Uma dica preciosa para um repórter em início de carreira

Invista na formação e não se prenda ao formato. A informação está aí para ser difundida e talvez você precise utilizar diferentes meios para esse processo. Se a frustração der as caras, inove. Aprenda, não deixe se se atualizar, especialmente nas novas tecnologias. E mantenha a mente aberta.

Certamente, uma das principais características de um jornalista é a sede pelo novo, pelo aprendizado, pela investigação. Então, investigue o próprio mercado, abra sua mente e você encontrará sempre novas formas de atuar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}