Press kit vale a pena?

Press kit vale a pena?

Será que ainda é primordial enviar press kit para jornalistas em plena era digital? Ou será que vale a pena economizar tempo e “papel”?

Press kit é um compilado de informações sobre uma empresa, que surgiu como ferramenta de trabalho de assessores em eventos e situações em que era importante ter algo para agilizar o fechamento de pautas, ali, em tempo real. Outro formato é o envio pontual para jornalistas de redação, geralmente composto de um mimo e um release. Mas será que realmente vale a pena fazer uso de press kit?

Vamos a alguns pontos. Considerando que todos temos smartphones munidos de Whatsapp, redes sociais e e-mails, será que alguém ainda se interessa em carregar uma pasta com releases pra lá e pra cá em eventos? Será que algum jornalista se comoverá e publicará um release apenas porque veio acompanhado de uma gentil caneca?

A resposta acerca do quanto transferir conteúdo e releases para formatos físicos é sempre controversa entre os profissionais da área. De fato, não há um consenso. Em eventos, vemos facilmente que boa parte dos press kits em salas de imprensa voltam para as agências da mesma forma que chegaram: intactos.

Busque alternativas para o Press Kit

Mas, quais as melhores alternativas para se destacar no meio de uma multidão de assessores de imprensa? Simples: aposte na praticidade e na agilidade. A velha tática de chamar atenção dos jornalistas por meio de informações consistentes sempre é o melhor caminho. De nada adianta gastar com pastas e releases impressos, se o conteúdo do material não for interessante.

Após a conversa inicial para apresentar o seu cliente aos jornalistas, uma boa saída é já pedir o contato de Whatsapp e ali mesmo já executar duas ações importantes: enviar na hora seu release e na hora descolar o contato mais próximo que se pode ter com jornalistas! Mil vezes mais eficiente do que um release impresso e certamente potencializa a chance do seu cliente ser citado em publicações, visto que a distância entre um smartphone e um texto digitado em um notebook é bem menor que a de um papel.

Porém, se o seu cliente (ou chefe) insiste que você tem que levar ou enviar Press Kits físicos, o ideal é apostar na velha tática de surpreender. Aqui vale uma conversa com a galera do marketing e apresentar soluções criativas. E, nos desculpem a sinceridade, alguns brindes até são úteis, mas não comovem mais ninguém – exceto quando elaborados em um design bem diferente. Aliás, um Press Kit jamais deve ser visto como garantia de publicação de uma pauta e, sim, apenas como uma ação institucional para ser visto e lembrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}