Passo a passo para tornar seu cliente uma autoridade em determinado assunto

Passo a passo para tornar seu cliente uma autoridade em determinado assunto

Se o seu grande desafio como assessor de imprensa é fazer com que os jornalistas lembrem do seu cliente em determinadas pautas, é o momento traçar um plano de ação para convertê-lo em autoridade.

 Um job de assessoria de imprensa geralmente tem um objetivo claro: fazer que uma empresa – ou pessoa – seja reconhecida de determinada maneira. É o que, popularmente, se chama de ser autoridade ou referência em um assunto.

Sabe quando um jornalista precisa de uma fonte para um tipo de pauta e logo um nome lhe vem à cabeça? Isso é ser referência, ser quase “indispensável” para algumas pautas. É ser aquele que não pode ficar de fora. Porém, até chegar nesse ponto é importante percorrer um longo caminho.

Veja agora algumas dicas para tornar seu cliente autoridade em um assunto:

  • Toda empresa deve ter um objetivo macro em suas ações de comunicação – Querer ser conhecido em muitas frentes de atuação, pode dificultar que jornalistas considerem seu cliente referência em algo. Por isso, é melhor torna-lo “especialista” do que “dar tiro para todos os lados”.
  • Melhore o relacionamento com jornalistas – Ter clareza do objetivo que se quer atingir, ajuda também a definir com qual mailing de jornalistas a assessoria deve se empenhar em ter um relacionamento bem próximo. Oferecer com certa frequência pautas para as mesmas editorias faz com que, aos poucos, seu cliente seja mais conhecido. Ou seja, aumenta as chances de seu cliente ser lembrado como fonte.
  • Tente agendar entrevistas presenciais – Sempre que fechar pautas com jornalistas, em especial exclusivas, proponha agendar entrevistas pessoalmente. Leve seu cliente até à redação para tomar um café, se o jornalista estiver com agenda apertada. Pessoalmente é sempre melhor para que seu cliente possa mostrar que domina um assunto, que é uma real autoridade.
  • Aposte em media training – Muitas vezes um cliente é excelente e super especialista em uma área ou tema, porém, não é convincente em entrevistas. Talvez por usar linguagem muito técnica ou ser muito prolixo. Talvez por simplesmente falta de costume de explicar sua expertise. Talvez por passar certa insegurança ou receio nas respostas. Para isso, vale simular entrevistas, investir tempo no tradicional Q&A (relação de perguntas e respostas), elaborar infográficos etc.

Use e abuse da criatividade e converta os porta-vozes nos queridinhos da redação. Você já enfrentou esse desafio e tem uma experiência para compartilhar? Conte sua história nos comentários ou nos escreva pelo e-mail contato@pressmanager.com.br Quem sabe não a contamos num próximo post para inspirar outros colegas?

Solicite uma APRESENTAÇÃO da Plataforma na Press Manager.

E veja como é simples, fácil e rápido otimizar o seu tempo e gerar resultados práticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}