Os caminhos da imprensa pós pandemia

Os caminhos da imprensa pós pandemia

Quais serão os caminhos da imprensa depois da Covid-19? Todos nós sabemos que a pandemia pelo novo Coronavírus é o assunto do momento e parece que essa realidade ainda vai durar um bom tempo. Mas, se tem algo certo, é que uma hora vamos ter novos assuntos para falar.

Pode levar ainda alguns meses, mas, em algum momento, a vacina vai existir, medicamentos farão mais efeito e a pandemia vai passar. Quais serão os caminhos da imprensa depois disso, você consegue imaginar? Quando houver uma vacina, remédios mais eficazes e as curvas todas baixarem, que assuntos virão? Você está preparado para se adaptar novamente?

Nós sabemos que a imprensa segue a maré de informações que importa, naquele momento, para a população. Certamente, novas ondas de matérias, pautas, novidades irão surgir. Realmente esperamos que sejam boas notícias, já estamos sentindo falta delas, não é mesmo? Mas acontece que não podemos esquecer de uma realidade: é você, assessor, que com sua empresa, produto, projeto, movimenta a imprensa.

Os novos caminhos vão depender, e muito, do que você está fazendo agora. Já pensou nisso? Seus movimentos, as iniciativas, as sugestões que está construindo vão alimentar a imprensa, talvez agora de uma forma mais morosa, já que a Covid-19 está tomando quase todos os espaços, mas em breve tudo voltará a uma maneira mais ágil.

Quais caminhos você está escolhendo para falar com a imprensa?

Você pode optar pelo olhar mais pessimista e acreditar que os espaços estão muito pequenos, às vezes inexistentes, e inclusive desistir dos seus movimentos. Ou, então, pode tomar as rédeas, começar a pensar em iniciativas e boas práticas que possam ser efetivadas neste momento ou em breve. E assim já iniciar uma aproximação mais eficaz com a mídia.

 

Claro que nós não temos a resposta. Cada veículo trabalha de um jeito diferente e conhecemos inclusive alguns que estão preferindo até mesmo fugir das notícias sobre a pandemia. Afinal de contas, todos nós merecemos estar bem informados, mas também merecemos um refresco, lembrando que há outras coisas acontecendo ao mesmo tempo, inclusive boas práticas, certo?

Por isso, se pudermos dar um conselho nesse momento seria: avalie seu público, avalie os veículos, faça um cruzamento de dados (nós podemos ajudar, veja aqui como) e construa suas estratégias em cima do que efetivamente trará mais resultados para você. Os caminhos que a imprensa vai seguir, depois que a pandemia passar, certamente vão estar pautados em sugestões com peso e dados que forem fundamentais para o público leitor/ouvinte/espectador.

Não desista porque a situação atual está um pouco mais complicada. Follow-up, então, nem se fala. A maioria das redações nos grandes centros ainda está acontecendo via home office e muitas mídias sofreram um impacto profundo com a crise, e tiveram que enxugar ainda mais seus quadros de funcionários. Tudo isso impacta o trabalho do assessor.

Mas precisamos lembrar que você é, sim, peça fundamental nessa engrenagem e que as pautas que você constrói podem ser base para as mudanças que vão acontecer nos próximos tempos. Então, fique firme, conte conosco e aprenda, sem parar, com tudo que acontecer. A cada crise, ficamos mais fortes. A cada mudança, um pouco mais resilientes. E assim, seguimos, todos juntos e em colaboração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}