O que esperar da carreira de jornalista?

O que esperar da carreira de jornalista?

Quem acha que os tempos mudaram apenas para as agências de comunicação, experimente visitar uma redação. Especialmente, se faz algum tempo em que não transita por elas. Enxutas e ágeis, se tornaram um ambiente multidisciplinar, o futuro da carreira de jornalista está exatamente aí.

Quem lembra de Lois Lane e Clark Kent no Planeta Diário? As cenas são do ambiente clássico de uma redação de jornal até meados do século passado. Muitas pessoas, cada grupo focado em uma atividade exclusiva: apuração, escrita, foto, edição, revisão. Os tempos mudaram e já não é bem assim. Então, o que esperar da carreira de jornalista, para quem está entrando no mercado agora?

O contador de histórias da vida real continua juntando informações para relatar fatos, mas de um jeito diferente. Se antes, era preciso se aprofundar em um assunto, hoje, é preciso ser multitarefas. Escrever e fotografar bem, por exemplo, são exigências para um jornalista que vai trabalhar em jornal. Manjar de redes sociais, também.

Ter um faro investigativo ainda é importante, mas hoje, com a realidade jogando zilhões de informações na rede a cada minuto, é preciso ter mais cuidado com o que é – ou não – a verdade (Ou será a sua verdade?). Surgiram, inclusive, agências especializadas em checagem de dados (xô, fake news!). Acreditamos que seja o mais perto que se chega, hoje, do antigo jornalismo investigativo. Ao menos, para a maioria dos jornalistas.

Outras atividades que foram incorporadas nos últimos tempos: construção de conteúdos institucionais – afinal, o jornalista é, geralmente, um apaixonado por contar histórias; o que faz dele um cara perfeito para descobrir detalhes que a própria empresa não via como importante sobre si mesma; construção de conteúdo para blogs e sites; criação de postagens para redes sociais; só para citar algumas.

Mas, e o que esperar da carreira de jornalista?

Você pode estar pensando, e como fica meu sonho de ser como o Super Man? Bom, se você tem ou não superpoderes, já não podemos dizer, mas que terá que ter uma desenvoltura ímpar para passear entre diferentes tarefas, isso terá? Se seu sonho contemplava as grandes redações e o repórter de rua, que ficava dias, semanas, investigando uma história, pode ser que você se frustre um pouco.

Entretanto, o jornalismo ganhou um ar local e uma necessidade de contar as histórias de um determinado lugar ou nicho. A internet possibilitou isso – hoje, há uma proliferação de sites e blogs que trazem notícias sobre bairros, e os jornais, mesmo online, de pequenas cidades, têm um valor inestimável para gerar identidade entre os moradores.

Ou seja, o jornalismo atual é global e local, genérico e específico, há lugar para os extremos. Escolher um deles pode ser uma saída, mas talvez a melhor estratégia seja ficar de olho em ambos e ficar ágil nas ferramentas disponíveis hoje. Nunca se sabe a próxima mudança que vem por aí, então, o importante é estar preparado para contar história do jeito que for, e de onde elas vierem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}