O conteúdo do e-mail conta

  • plataforma completa de gestão online para Assessorias de Imprensa

    Parece brincadeira, mas a gente precisa lembrar: o conteúdo do e-mail conta para a taxa de recepção. E são vários os motivos, desde a marcação como spam pelo próprio destinatário até o bloqueio nas ferramentas. Saiba mais.

    A gente se cobra muito (e é cobrado também) para ter uma taxa de entrega de e-mails cada vez mais alta. E nos orgulhamos, hoje, de efetivamente ter uma das mais altas do mercado. E sabe como fazemos isso? Cuidando da nossa ferramenta de disparo, da efetividade dos contatos do mailing e ajudando nossos clientes a cuidarem de um fator muito importante nessa equação: o conteúdo das mensagens.

    Pode parecer que não, mas o conteúdo conta muito para a taxa de recebimento e, claro, de abertura e leitura dos e-mails. Para quem é assinante da plataforma, nós disponibilizamos um arquivo com dicas valiosas para ficar de fora da caixa de spam. Algumas delas, especialmente as que validamos em nosso dia a dia aqui na Press Manager e relacionadas ao conteúdo, estão aqui:

    – Seja suscinto na hora de escolher o assunto do e-mail! O ideal é que tenha até 60 caracteres, quanto mais curto, melhor;
    – Evite usar caixa alta e pontuações no assunto ou corpo do e-mail;
    – Tente deixar o conteúdo do e-mail mais curto – a validação é mais simples e há menos chances de ser considerada spam;

    – Cuidado com o uso de links! Evite tanto o excesso de links quanto o uso de encurtadores de urls, como o bit.ly. O que entendemos é que, por se tratar de um redirecionamento de urls, os provedores “têm medo” desse conteúdo e ele pode acabar no spam;
    – Evite usar cores no conteúdo, especialmente vermelho;

    – Equilibre conteúdo e imagens, evitando todo tipo de excesso;

    É claro que pensar nisso tudo não adianta nada se, por exemplo, você usar uma url de um domínio que já está em uma blacklist. E como funciona isso? Se você já foi marcado como spam ou se suas mensagens têm muitos problemas (como a lista acima menciona), você pode estar em uma lista negra de e-mails.

    O mais importante, além de cuidar dos detalhes que mencionamos, é enviar e-mails que sejam bem recebidos pelos destinatários e isso só vai acontecer se:

    A – você enviar a mensagem correta;

    B – para a pessoa certa!

    Ou seja, a gente cuida do mailing, validando e limpando e-mails, cuida da plataforma para que tudo corra da melhor maneira possível. Mas precisamos do seu cuidado e da sua parceria usando endereços confiáveis de e-mails, observando o conteúdo enviado e, principalmente, enviando a mensagem para quem ela realmente interessa.

    Pense assim: se você não gosta que sua caixa seja abarrotada de mensagens desnecessárias, por que o jornalista iria gostar? O que faz você pensar que um jornalista que escreve sobre cultura vai querer ler seu release sobre PETs? É disso que estamos falando! O trabalho do mailing é um meio do caminho, um facilitador do processo, mas é a sua mensagem que chega ao jornalista. Como você acha que ela será recebida?

    Vale usar as dicas para os e-mails e pensar muito bem em cada estratégia. Dessa forma, mais e-mails são entregues, mais mensagens são lidas e, claro, como todos desejamos, mais notícias são publicadas!!! Conte conosco.