A imprensa está perdendo a credibilidade?

A imprensa está perdendo a credibilidade?

Enquanto as próprias mídias falam abertamente sobre as Fake News, os espectadores, leitores, ouvintes são bombardeados por informações o tempo todo. É uma época de divisão clara de opiniões. Nesse panorama, você acredita que a imprensa está perdendo credibilidade?

A falta de credibilidade pode ser a grande vilã da imprensa. Afinal de contas, um veículo nasce já com o intuito de construir uma relação de confiança com seu público. E, inclusive por isso, é tão necessário que fique explícito quando uma matéria é espontânea e baseada em fatos e quando é um publipost ou um espaço pago. A mistura desses dois universos pode ser o começo do fim.

Por isso, vamos listar aqui algumas dicas sobre o que não fazer e, assim, continuar tendo sua credibilidade em dia. Continue lendo, ao final, queremos muito saber sua opinião!

Dica #1

Deixe claro o que é matéria e o que é publicidade

Como falamos acima, hoje tem inclusive lei para isso. As redes sociais acabaram influenciando muito nessa questão e ajudaram a separar ainda mais o que é publicidade do que é informação pura. Deixe claro, mostre ao seu público que você tem espaço para os dois, se for o caso, e que há isenção do veículo no caso dos publiposts. Seja claro e preciso. Essa postura é infalível para sua credibilidade.

Dica#2

Tenha uma linha editorial consistente

Um veículo que mantém uma linha editorial consistente e que demonstra transparência ganha mais credibilidade. Não dá para fazer jogo quando estamos falando de dados. Notícia é notícia e fazer com que seu público entenda que ela realmente importa para o seu veículo, torna tudo muito mais profissional. Ah, e quando se trata de notícia é elementar fazer uso da maior isenção possível. Artigo opinativo é uma coisa e notícia é outra, sempre.

Dica#4

Mantenha um diálogo aberto com os assessores

Um precisa do outro, mas, ainda assim, vivem em pé de guerra. Pelo menos, é o que percebemos. Claro, assessores precisam “vender” a pauta. Jornalistas têm pouco tempo para atender telefone, responder e-mail, averiguar dados e ainda escrever e, muitas vezes, montar matérias. Essa equação pode ser mesmo difícil de se decifrar. Mas manter um diálogo aberto com os assessores pode ajudar a manter, também, a credibilidade da informação. Com esse papo reto, dá para saber em quem realmente confiar e com quais informações contar com mais facilidade.

Dica#5

Use dados reais e validados

Não estamos querendo ensinar o padre a rezar a missa, como se diz. Porém, com a quantidade de informações que chegam até nós (a gente sabe como é) e o pouco tempo para a apuração, fica fácil cair em determinadas ciladas. Não estamos falando apenas de Fake News, dessas informações que circulam por aí nos grupos de família ou até corporativos. Estamos falando em informações que chegam em releases, mesmo. Sabemos que é difícil ter tempo para entrevistar todas as fontes, mas pedir pesquisas, origem dos números e ouvir mais de um lado é sempre o melhor caminho.

Depois dessas dicas e em tempos em que se discute tanto a veracidade dos dados que chegam até nos por vários canais – seja pelas redes sociais, pelos apps de conexão e pelas mídias jornalísticas – para você, a imprensa está perdendo credibilidade? Nós queremos muito saber! Mande um e-mail ou responde para gente lá nas redes sociais do Press Manager. O que nós queremos? Ajude a melhorar o mercado de comunicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}