A febre dos grupos de Whatsapp para jornalistas

A febre dos grupos de Whatsapp para jornalistas

Levante a mão quem já não resolveu uma pauta com apenas alguns cliques certeiros em um grupo de Whatsapp, seja como repórter, seja como assessor de imprensa! Essa febre pega a todos em um piscar de olhos!

Há alguns anos atrás, quando começou o hábito de se fazer follow up por Whatsapp não foi visto com bons olhos pelos gestores de equipes de comunicação. A reação negativa era como se o assessor não estivesse fazendo seu trabalho direito, como se fosse um verdadeiro preguiçoso. Hoje a percepção é exatamente contrária: ter o contato de Whatsapp de jornalistas é muito valorizado. E estar em vários grupos com jornalistas e assessores, então, é maravilhoso!

Com poucos cliques, copiando a pauta em alguns grupos de Whatsapp, é possível, às vezes, despertar a atenção de jornalistas de redação com uma imensa agilidade. O que antes poderia levar horas de follow up por telefone, agora pode ser resolvido em segundos. Para descobrir os melhores grupos de Whatsapp, vale percorrer diversos caminhos.

Uma estratégia bem interessante, é também ser antenado em grupos de jornalistas em redes sociais. Ali é possível socializar e descobrir colegas que trabalham pautas similares. Pode ser que colegas te indiquem grupos bem ativos e também pode ser interessante montar um grupo novo. E acredite: num piscar de olhos as pessoas começam a pedir que novas pessoas sejam adicionadas e assim por diante.

Agora, atenção: o que pode facilitar também pode prejudicar a qualidade do seu trabalho. É importante interagir sempre que possível nesses grupos – afinal é uma fonte de networking, porém, é vital ter disciplina. Querer acompanhar tudo que é dito em grupos de Whatsapp é praticamente impossível (Cá entre nós, jornalistas curtem uma boa prosa, né?). Ou seja, “perder” horas respondendo mensagens de Whatsapp, pode impactar o rendimento do seu trabalho.

Uma dica é silenciar os grupos e apenas participar em alguns momentos específicos do dia. Outra é despertar o interesse das pessoas no grupo e dar continuidade à troca de informações em conversa reservada (fora do grupo) e assim resolver os assuntos com mais rapidez. A vantagem de puxar a conversa para o “particular” é conseguir uma maior aproximação com outros jornalistas.

Um ponto importante, como as mensagens são lidas por muitas pessoas ao mesmo tempo, é prestar muita atenção à forma de se comunicar e conteúdo que se quer passar. Evite ao máximo frases que podem ser interpretadas de mais de uma forma ou podem soar agressivas.

Participar de grupos de Whatsapp é, sem dúvida, uma tendência que chegou para facilitar a aproximação entre assessores e jornalistas, além de ser também uma bela vitrine do trabalho de todos.

E você participa de grupos de Whatsapp? Tem alguma experiência interessante para compartilhar conosco? Tem vontade de criar um novo grupo? Conte para nós! Sua história pode inspirar outros jornalistas!

Soluções completas como a Press Manager tem sido tendência em 2018, com recursos integrados a plataforma otimiza o tempo, gera resultados mais rápidos e possui custo x benefício atrativo. Quer saber mais? Clique Aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://www.pressmanager.com.br/wp-content/uploads/2017/07/login-page-3.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: fixed;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 650px;}div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container.dfd_stun_header_vertical_parallax {-webkit-transform: -webkit-translate3d(0,0,0) !important;-moz-transform: -moz-translate3d(0,0,0) !important;-ms-transform: -ms-translate3d(0,0,0) !important;-o-transform: -o-translate3d(0,0,0) !important;transform: translate3d(0,0,0) !important;}